Na última terça-feira (25/08), em uma sessão semanal da Câmara de Camaragibe, em Pernambuco, virou notícia nacional após um de seus vereadores acusar outro parlamentar de ter roubado seu celular e de ter pacto com o demônio.

José Roberto, conhecido como Roberto da Loteria (sem partido), disse que Antônio Oliveira teria furtado seu celular: “Eu comprei um celular, S9, S10, sei lá… O meu celular foi roubado nesta mesa aqui e eu falei com vossa excelência. Vossa excelência mandou olhar câmeras e funcionários. Hoje eu digo com propriedade que quem roubou meu celular foi vossa excelência. O senhor é ladrão, vossa excelência”, acusou Roberto da Loteria ainda no início do seu pronunciamento, afirmando que o seu celular havia sido furtado dentro da Câmara de Vereadores.

Transtornado, prosseguiu com as acusações e afirmou que o homem tinha pacto com o satanás: ”O senhor pegou meu celular e entregou ao seu filho. Seu filho quebrou meu celular, deu a um assessor e ele não quis, seu filho pegou meu celular e jogou no canal porque achava que tinha gravações que o comprometia. […] Vossa excelência clama tanto por Deus, mas eu acho que seu pacto deve ser com o diabo”, completou.

O caso ganhou repercussão nas redes socais, com a circulação de vídeos sobre os acontecimentos e por meio de nota de esclarecimento, a Câmara de Vereadores de Camaragibe afirmou que vai investigar a falta grave e decoro.

 

 

 

Deixe uma resposta