No período de 4 a 13 de maio, a Prefeitura de Manaus realizará a vacinação contra a Covid-19 nas comunidades ribeirinhas da Calha do Rio Negro, na área de abrangência do município. Com o apoio do Comando Militar da Amazônia (CMA), a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) Ney Lacerda, navegará até as comunidades Tupé, Jaraqui, Santa Maria, Apuaú, São Francisco, Lindo Amanhecer, Igarapé-Açu e Cuieiras para imunizar 1.161 moradores de 18 a 59 anos de idade, com e sem comorbidades, conforme estabelece o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação, do Ministério da Saúde.

Na mesma viagem, as equipes de vacinação da Semsa também estarão aplicando a segunda dose do imunizante em 226 idosos de 60 anos e mais, dessas localidades, e em 46 profissionais de saúde, concluindo o ciclo de imunização desses dois grupos.

 

“A cada dia conseguimos avançar mais na vacinação das pessoas dos grupos definidos pelo Ministério da Saúde como prioritários nessa campanha. Nesta semana, concluímos a primeira dose dos quilombolas de Manaus e agora estamos levando a vacina para as pessoas que vivem nas localidades mais distantes da cidade, onde só é possível chegar com barcos. É uma logística bem mais complexa, mas conseguimos assegurar que a nossa população receba a vacina”, informou o prefeito de Manaus, David Almeida.

 

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explica que além da imunização contra a Covid-19, as equipes da Semsa levarão doses para vacinar contra a gripe, 32 grávidas, 11 puérperas, 253 crianças de seis meses a menores de seis anos e 66 profissionais de saúde.

 

“Como precisamos montar um esquema especial para a vacinação nessas comunidades, estamos aproveitando a viagem para proteger nossos ribeirinhos do vírus Influenza”, contou.

 

Para a mesma semana, a Semsa espera realizar, ainda, a vacinação dos grupos prioritários das calhas dos rios Negro e Tarumã, que moram em Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora do Livramento, ambas a aproximadamente 15 quilômetros de distância de Manaus; Nossa Senhora Auxiliadora, na margem esquerda do rio Tarumã-Açu, com distância aproximada da capital de 50 quilômetros em linha reta.

 

Calha do Rio Amazonas

 

Desde a última terça-feira, 20/4, a UBSF Doutor Antônio Levino está realizando a vacinação contra a Covid-19 nas comunidades ribeirinhas da Calha do Rio Amazonas. A previsão é aplicar a primeira dose da imunização em 1.286 pessoas de 18 a 59 anos, com e sem comorbidades, que vivem naquela região. Também estão sendo vacinados 222 idosos de 60 anos e mais e 34 trabalhadores da saúde com a segunda dose do imunizante.

 

Na Calha do Rio Amazonas estão situadas as comunidades Jatuarana, Guajará, Assentamento Nazaré, Arumã, Monte Horebe, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Bonsucesso e São Pedro.

 

A viagem deve demorar nove dias e vai vacinar contra a Influenza, 34 grávidas, dez puérperas, 245 crianças de seis meses a seis anos incompletos e 65 profissionais de saúde.

 

Com informações Assessoria 

Deixe uma resposta