Na manhã desta quinta-feira (23),  sob a Coordenação do Delegado Cícero Tulio, a Polícia Civil do Amazonas, por meio do 23° Dip, acaba de deflagrar em Rondonópolis, no MATO GROSSO, a Operação “JALECO PRETO”, que tem por objetivo desarticular QUADRILHA ORGANIZADA DE FALSOS MÉDICOS que aplicam Golpes em quase TODOS os estados da federação brasileira. Várias vitimas nos Estados do Amazonas, São Paulo, Rio Grande do Sul, Goiânia e Rio de Janeiro.

Os estelionátarios se passavam por MÉDICOS DE HOSPITAIS PARTICULARES e PÚBLICOS, ligavam para familiares de vítimas que possuíam parentes internados em UTIs, solicitando dinheiro (Depósitos bancários) para a realização de exames inexistentes, caso contrário o paciente poderia vir à óbito.

Obs: (algumas vítimas)
10 vítimas em Manaus.
Preparador Físico do São Paulo (CELSO).
Empresários de Goiás, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Obs II: Dois parentes de vítimas amazonenses, morreram logo depois dos golpes.

Golpes estimados em DOIS MILHÕES…

PACIENTES ESTAVAM INTERNADOS NOS HOSPITAIS / PLANOS USADOS PARA OS GOLPES:

PRONTOCORDUNIMED
SAMEL
CHECK-UP
ADVENTISTA
HAP VIDA
ADRIANO JORGE

Delegado analisa os dados coletados dentro das celas com os presos que aplicavam os golpes.

BENEFICENTE PORTUGUESA
SANTA JULIA.

A Policia Civil do Amazonas conseguiu descobrir através de investigação a localização das chamadas e os responsáveis pelas ligações.

Telefone utilizado nos golpes com os contatos das vitimas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Policia Civil-Am

Foto:Policia Civil-Am

 

Deixe uma resposta