O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) estendeu prazo de três decretos como medidas de prevenção ao coronavírus.

Conforme edição do Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira (31), foram proibidos corte de serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Além disso foram suspensas de forma temporária licenças e autorizações para eventos. Também foram mantidos o regime excepcional de teletrabalho para os servidores municipais.

Em suma, todas as medidas passam a valer até 30 de setembro.

“Embora os números de casos e mortes tenham caído representativamente, não vamos relaxar nas medidas preventivas até que Manaus esteja totalmente livre desse inimigo traiçoeiro, que é o novo coronavírus. Faço um apelo também à população que esteja em alerta, continue a usar a máscara, o álcool em gel e a manter o distanciamento social”, destacou Arthur Neto.

As prorrogações estão previstas nos decretos municipais nº 4.893 (abastecimento de água). Bem como nº 4.984 (suspensão de eventos) e nº 4.985 (teletrabalho).

Deixe uma resposta