Na tarde dessa terça-feira, a Polícia Civil, em parceria com o Sindicato dos Peritos Oficiais do Amazonas (Sinpoeam), prenderam uma mulher de 46 anos, suspeita de se passar por perita criminal nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens.

De acordo com a polícia, a mulher postava fotos e vídeos em seus perfis na internet usando distintivo e farda da polícia de forma ilegal, e se apresentava como profissional da perícia do Amazonas em lives e palestras virtuais.

A suspeita foi detida pela polícia após uma série de denúncias realizadas pelo sindicato, que ao longo dos últimos meses tem coletado provas na internet e através de serviços de inteligência dos crimes cometidos por ela.

A mulher deverá responder processo pelo crime de falsa identidade e outros que ainda serão averiguados.

Deixe uma resposta