Willian Sorriso é preso, acusado de participação na morte do policial Portilho.

Policiais da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) prenderam na manhã desta segunda-feira (14), em cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça, William Paiva Cavalcante, 21, vulgo “Sorriso”.  Ele é suspeito de participar do homicídio do Policial Militar Paulo Sérgio Portilho, em maio deste ano.

A prisão foi efetuada por policiais da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), na Rua T2 no bairro Compensa, zona Oeste da capital, após denúncias ao 181, Disque-Denúncia da SSP-AM, que indicavam a localização dele. Durante a ação policial, o suspeito não ofereceu resistência.

De acordo com o secretário executivo-adjunto de Operações Integradas, Orlando Amaral, William falou que atuou como ‘olheiro’ no dia do crime. “Ele deu detalhes do crime, mas nega a participação e disse que só presenciou. Mas de acordo com os depoimentos dos demais, que já estão presos, o “Sorriso” foi um dos principais envolvidos, agindo diretamente na morte do PM. Para tentar escapar da polícia ele alternava o esconderijo entre a casa de familiares e comparsas”, disse.

[media_image image=”{‹²›attachment_id‹²›:‹²›1688‹²›,‹²›url‹²›:‹²›//amazonassemcensura.com.br/wp-content/uploads/2017/08/FORAGIDO-WILLIAN-PAIVAeditado.jpg‹²›}” width=”300″ height=”200″ link=”” target=”_self” _array_keys=”{‹²›image‹²›:‹²›image‹²›}” _fw_coder=”aggressive” __fw_editor_shortcodes_id=”c3900b5eeb5fefd968b5a687af0bb4b1″][/media_image]

William foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para prestar depoimento sobre o caso.

O soldado Paulo Sérgio Portilho desapareceu no dia 26 de maio, após sair de casa para o trabalho de segurança em uma pizzaria. Após quatro dias de buscas a polícia localizou o corpo do PM na invasão Vovó Maroca, na zona Norte de Manaus.

Fonte: SSp-Am 

Deixe uma resposta