O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), resolveu desbloquear comentários em suas redes sociais e recebeu uma enxurrada de críticas. A ferramenta esteve bloqueada por um tempo nas páginas do parlamentar que ficou com receio dos comentários que vinha recebendo.

Nas redes sociais, amazonenses questionam o senador por ter sido alvo juntamente com seus irmãos e esposa de uma operação do Ministério Público Federal chamada “Maus Caminhos”, que foi deflagrada em 2016 e houve uma série de desdobramentos. O objeto principal da investigação é o desvio de cerca de R$ 260 milhões de verbas públicas da saúde por meio de contratos milionários firmado com o governo do estado do Amazonas.

“#DevolveOmar esses 260 milhões estão fazendo muita falta em nossa saúde, nem precisa devolver o resto, somente os milhões da saúde que sumiram. Volte ao bom caminho”, disse um seguidor. “CPI da Pandemia dirigida por um dos caras que destruíram a saúde no Amazonas. Família Aziz deveriam estar todos presos”, destacou outro.

Um dos internautas levantou suspeita sobre os poucos comentários positivos na publicação do senador. “Tem muito robô elogiando, ou não moram no Amazonas”, escreveu.

 

Deixe uma resposta