Na tarde desta quarta-feira professores realizaram um protesto pedindo a suspensão das aulas presenciais na unidade de ensino após professores testarem positivo para o novo coronavírus. 

Logo após a manifestação, a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), confirmou que 22 professores testaram positivo para Covid-19 na Escola Estadual José Bernardino Lindoso, localizada no bairro Novo Aleixo, zona leste de Manaus. 

A divulgação desta informação ocorre após Segundo a FVS, ao todo, 72 profissionais da escola José Bernardino Lindoso fizeram testes rápidos. Desses, 22 testaram positivo (30%), sendo 13 com IgG confirmados, indicando que são pessoas que já tiveram contato com o vírus em meses anteriores e podem ser consideradas fora do período de transmissão. Nove testes apresentaram IgM positivo, que demonstra anticorpos de infecção recente.

Os resultados da testagem na escola seguem a média verificada no trabalho de investigação feito pela FVS-AM e, portanto, considerados dentro do esperado.

Até o último dia 24 de agosto, a FVS-AM já realizou testes em 1.064 profissionais de educação de Manaus, no posto instalado no Sambódromo. Desse total, 722 testaram negativo para Covid-19, o equivalente a 68% do total.

Entre os 342 que testaram positivo, 238 (70%) apresentaram IgG positivo, considerados fora do período de transmissão. Outros 104 profissionais testaram IgM positivo e foram encaminhados para o atendimento médico.

 

Deixe uma resposta