Foi marcado para o dia 9 de dezembro pela Justiça do Amazonas, a primeira audiência do processo que investiga a morte da Miss Manicoré Kimberly Karen Mota de Oliveira, 22.

A Justiça retoma as audiências sobre a morte da miss após laudo médico descartar que o então namorado da vítima, Rafael Fernandes Rodrigues, 31, tenha transtornos mentais. A ação penal estava suspensa até o processo de Incidente de Insanidade Mental ser encerrado.

A audiência de instrução e julgamento será presidida pelo juiz de Direito, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Anésio Rocha Pinheiro. Nessa audiência testemunhas de acusação, de defesa e o acusado serão ouvidos.

O Ministério Público do Estado do Amazonas denunciou Rafael por crime de homicídio qualificado.

*Reprodução do Portal do Holanda 

Deixe uma resposta