AMAZONAS Nesta quinta-feira (25), às 19h, o Coletivo de Pesquisa em Artes da Cena Erva Daninha apresentará o espetáculo ‘Estrangeiro’, no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, na Avenida Brasil, bairro Santo Antônio, zona centro-oeste da capital.

A montagem é fruto de pesquisa realizada a partir de projeto de iniciação científica do estudante do curso de Teatro do Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Paulo Tiago, que assumiu a direção do espetáculo.

“O espetáculo apresenta a linguagem do Teatro Performativo, da pesquisadora Josette Féral, que é um teatro de anulação máxima da ficção e preza em explorar novas possibilidades de construção e leitura na cena. O significado maior é sair de si, colocar-se em risco e em perigo, sair de um lugar cômodo. Trabalhamos com música, design, artes plásticas, artes visuais, audiovisual, danças, coreografias, projeções, entre outros”, explanou o artista.

Literatura

Durante os cincos meses de processo, os atores puderam mergulhar na narrativa do estrangeiro, ou o estranho, inspirando-se em textos clássicos como ‘Um Bonde Chamado Desejo’, do norte-americano Tennessee Williams, e em textos de escritores brasileiros, como ‘A Cidade Ilhada’, do amazonense Milton Hatoum, além do contato com histórias reais de pessoas que vivem nas ruas de Manaus.

“O projeto reúne estudantes de diversas áreas, como Design, Psicologia, Artes Visuais, Arquitetura, Teatro, Dança, e vamos compilando essas modalidades na obra para um bem maior, dentro de um coletivo que surgiu também a partir dessa pesquisa de iniciação científica, que estou desenvolvendo até então”, disse Paulo.

A apresentação é uma parceria do Coletivo de Pesquisa em Artes da Cena Erva Daninha com o projeto ‘Casa de Madá’, desenvolvido por alunos do Curso Livre de Teatro do Liceu de Artes e Ofício Cláudio Santoro, Unidade Magdalena Arce Daou, que convida espetáculos às quintas-feiras gratuitamente.

Os ingressos serão disponibilizados uma hora antes do início da apresentação. Para mais informações, entre em contato com o e-mail coletivodepesquisaemartes@gmail.com ou pelo Instagram (@coletivodepesquisa).

Deixe uma resposta