Nesta quinta-feira (29), por volta das 6h30, policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) sul/oeste prenderam um homem de 39 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, após ele agredir e torturar sua ex-namorada, uma mulher de 35 anos. O crime ocorreu na madrugada de quarta-feira (28/07), no bairro Petrópolis, zona sul da capital.

 

De acordo com a delegada Kelene Passos, titular da Especializada, a prisão aconteceu no mesmo bairro onde o crime foi praticado. A autoridade policial relatou que a vítima já havia se separado do homem há mais de dois meses, porém ele insistia no relacionamento. Na ocasião do crime, o indivíduo colocou a mulher em cárcere privado e a agrediu fisicamente e psicologicamente.

 

“Ela nos relatou que, durante o período em que esteve em cárcere, foi agredida e torturada pelo ex-namorado. Segundo ela, após muitas agressões e ameaças, o indivíduo a abusou sexualmente e, em seguida, dormiu, momento em que ela pegou as chaves da casa e fugiu”, detalhou Kelene.

 

A titular da DECCM sul/oeste informou que, após tomar conhecimento do fato criminoso, imediatamente representou à Justiça pelo mandado de prisão preventiva em nome dele, e a ordem judicial foi decretada em menos de 24 horas, pela juíza Suzi Irlanda Araújo Granja da Silva, da Central de Plantão Criminal.

 

“O indivíduo já respondia a sete processos contra outras vítimas, todos no âmbito da Lei Maria da Penha”, disse a delegada.

 

Procedimentos – O homem foi conduzido ao prédio da Especializada e responderá pelos crimes de cárcere privado, tentativa de feminicídio, lesão corporal, ameaça, tortura e estupro. Após os trâmites cabíveis na delegacia, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta