fbpx
- Advertisement -spot_img
HomeManausDe olho no DEM, Amazonino prepara nova candidatura ao Governo

De olho no DEM, Amazonino prepara nova candidatura ao Governo

- Advertisement -spot_img

O ex-governador Amazonino Mendes assumiu, há quase três meses, o comando geral do Podemos no Estado, mas já está de mudanças para o Democratas (DEM). A decisão ainda não foi comunicada oficialmente, mas ambos os lados já sabem o enredo da novela que culminará em uma nova candidatura do cacique político ao Governo do Amazonas em 2022.

Por trás da mudança repentina de partido, está um polpudo cheque que o DEM recebe dos fundos partidário e eleitoral e, também, um bom tempo de televisão, quase o dobro do garantido ao Podemos.

Número 2 do Podemos, o deputado estadual Wilker Barreto foi procurado pelo RealTime1 para comentar o assunto, mas ele não respondeu aos questionamentos.

Nos bastidores do partido, contudo, militantes dão como certa a transferência do ex-governador que, sequer, esquentou a cadeira de presidente do Podemos. O motivo da mudança é o maior poder de fogo do DEM para alavancar uma nova candidatura majoritária.

“O Podemos é um partido novo, tem pouca capilaridade nos municípios do Estado, além de receber menos recursos dos fundos”, afirmou uma fonte que pediu para não ter o nome revelado.

Movimentações do DEM

No DEM, a primeira versão para a entrada de Amazonino seria por força de uma intervenção no Diretório Estadual, hoje sob o comando do secretário de Educação de Manaus, Pauderney Avelino. Amazonino ficaria como interventor e teria independência para se movimentar no partido, indicando lideranças municipais e decidindo como investir os recursos do fundos partidário e eleitoral.

O atual presidente democrata, Pauderney Avelino, contudo, afirmou que Amazonino não precisaria de uma intervenção para entrar no DEM, pois ele próprio assinaria sua ficha de filiação no partido, relatando também sobre a amizade existente entre eles e as várias caminhadas políticas que já fizeram juntos ao longo das respectivas carreiras no Amazonas.

No DEM, outra liderança que é ligada a Amazonino Mendes é o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, que no governo tampão dele (2017/2018) exerceu o cargo de secretário Estadual de Obras. Rotta seria a favor da chegada de Amazonino, mas sabe que abriria um flanco na boa relação que tem atualmente com o prefeito David Almeida, que bateu o ex-governador na eleição municipal do ano passado e caminha para apoiar a recandidatura de Wilson Lima (PSC).

 

Texto: Gerson Severo Dantas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Stay Connected
16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe
Must Read
- Advertisement -spot_img
Related News
- Advertisement -spot_img

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: