O candidato a prefeito de Manaus David Almeida (Avante) votou no segundo turno das eleições 2020 na manhã deste domingo, 29/11, na Escola Estadual Antônio Lucena Bitencourt, localizada na avenida Adalberto Vale, bairro Morro da Liberdade, zona Sul da capital. David revelou que a família sofreu ameaças e que tem sido alvo de ataques mesmo diante da morte da mãe.

David Almeida é candidato da coligação “Avante Manaus”, composta pelos partidos Avante, PMB, PTC, PRTB, PV, DEM e PROS. O candidato a vice-prefeito é Marcos Rotta, que atual vice-prefeito de Manaus. David Almeida tem 51 anos e é bacharel em Direito. Ele avaliou a campanha e afirmou que mais uma vez a família foi atacada por adversários.

Almeida ainda revelou que teve retirar familiares do bairro onde residem por ameaças que receberam de adversários. Ele afirmou que recusou a proposta de se aliar políticos da antiga geração para não tirar a esperança da população carente da capital.

“Não é fácil alguém com minhas origens e condições desafiar a tudo e a todos. Pessoas que vem saqueando o estado há 38 anos. Meu Deus, não posso entender tanta gente aceitando a mentira. Tanta enganação. Nossa programa meu e do Rotta durante toda eleição só fizemos propostas e ideias. Nós também apresentamos soluções para Manaus, mas ameaçamos as pessoas que geraram o caos nesse estado e nessa cidade. Estado rico, uma cidade rica, o povo pobre e miserável. Alguns meses atrás todos me cercavam para me atrair. Não aceitei me unir a eles porque se eu aceitasse os sonhos e a esperança de quem mora na periferia dessa cidade serão sepultados do jeito de que todos os outros que me antecederam. Essa gente que me ataca não suporta gente decente. Minha mãe descansa hoje, mas estaria com vergonha de tudo que fizeram. Na eleição passada atacaram a mim, minha mãe e até minha esposa. Nessa eleição de novo, não respeitam nem a dor. A minha família toda mora aqui no bairro e tive que tirar todos. Ninguém da minha família dormiu em casa de tanta ameaça. Sabem que vão ser desmascarados se por assim entender e sabem que comigo não tem acordo”, afirmou David Almeida.

Após o voto

Do Morro, David segue para acompanhar, o sepultamento da mãe Rosa Almeida, que morreu aos 84 anos por complicações da Covid-19, na tarde do último sábado, 28/11. O enterro será também cemitério no bairro Morro da Liberdade.

“Eu não sei o que Deus quer de mim, mas daqui a cinco dias completa um ano que perdi minha esposa e minha mãe foi para casa exatamente no dia que sepultei minha esposa para cuidar de mim. Quase um ano depois eu perco minha mãe. Para tudo Deus tem um propósito, a gente aceita e não entende”, disse David Almeida.

*Reprodução Toda Hora 

Deixe uma resposta