Após o aumento no número de casos da Covid-19 em Manaus, o prefeito eleito David Almeida (Avante) declarou que articula, junto ao Governo do Amazonas e ao Instituto Transire, a retomada do hospital de Campanha no Complexo Hospitalar Nilton Lins na capital. A informação foi divulgada por Almeida durante entrevista à emissora Rede Amazônica.

O hospital de campanha foi montado em Manaus para ampliar a capacidade de atendimento da saúde pública no combate à Covid-19 durante o pico da pandemia e foi desativado após três meses de funcionamento. Com o encerramento das atividades do hospital, os equipamentos foram redistribuídos nas unidades da rede estadual para dar continuidade aos atendimentos.

David afirmou que o hospital irá atuar referenciado na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), evitando sobrepreços.

“O Hospital Nilton Lins é uma boa opção, porque esta semana está sendo credenciado pela tabela SUS. A empresa Transire vai disponibilizar todo o material que ela adquiriu no hospital de campanha da prefeitura que foi implementado no Gilberto Novaes, e nós vamos requisitar esse material na Nilton Lins para que possamos abrir mais vagas para atendimento da população aqui na cidade de Manaus por conta da pandemia da Covid-19”, afirmou David Almeida

Segundo David Almeida, o início das atividades do hospital de campanha deve ser anunciado quando ele assumir a prefeitura, a partir de 1º de janeiro.

O secretário de Estado de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo também afirmou que as negociações serão iniciadas. “Vamos começar as tratativas administrativas e operacionais para um hospital de campanha ou credenciamento de hospitais para a rede”, disse.

Campêlo contou ainda que o governo deve utilizar todos os leitos para combate à Covid-19. “Os hospitais referência de alta complexidade, dependendo da sua especialidade, também terão leitos destinados para o atendimento de pacientes com a doença”.

*Com informações do G1

Deixe uma resposta