Corpo do cabeleireiro Lazaro no igarapé do Franco, Compensa.

O cabeleireiro Lázaro Moraes Souza, de 42 anos, desaparecido há dois dias, após cair de uma ponte, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (4), boiando no igarapé do Franco, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste. 

De acordo com familiares da vítima, Lázaro foi visto pela última vez na noite de quarta-feira quando saiu de casa para consumir bebidas alcoólicas com amigos em um bar. Testemunhas relataram que o cabeleireiro estava sob forte efeito de álcool e drogas quando caiu da ponte.

Segundo a mãe da vítima, a aposentada Adelina Moraes, 84, por volta das 3h de quinta-feira (3), um amigo de Lázaro avisou aos familiares que a vítima havia caído da ponte e possivelmente batido a cabeça. Ontem, o Corpo de Bombeiros fez buscas pelo igarapé o dia todo, mas o corpo de Lázaro só foi encontrado por populares na manhã de hoje, em avançado estado de decomposição.

[media_image image=”{‹²›attachment_id‹²›:‹²›1564‹²›,‹²›url‹²›:‹²›//amazonassemcensura.com.br/wp-content/uploads/2017/08/corpodecabeleireirodesparecido.jpeg‹²›}” width=”300″ height=”200″ link=”” target=”_self” _array_keys=”{‹²›image‹²›:‹²›image‹²›}” _fw_coder=”aggressive” __fw_editor_shortcodes_id=”84ce98f753615a29b405d7a8d416c704″][/media_image]

“Ele chegou do trabalho na quarta à noite e quando saiu, disse que iria a um local, mas não demoraria. Não sei o que aconteceu, algumas pessoas falam que ele se jogou da ponte, mas o amigo disse que ele caiu. Ele sabia nadar, nem era de beber todos os dias, era raro ele sair de casa para ir em bares”, informou.

A mãe do cabeleireiro disse que Lázaro não era casado, mas deixou uma filha de 13 anos. “Foi uma fatalidade! Meu filho era um bom rapaz, trabalhava no Centro e não merecia morrer desse jeito”, lamentou a aposentada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para remover o corpo no igarapé. O Instituto Médico Legal (IML), acionado para remoção do cadáver e exame de necropsia.

Fonte: What’sapp, Redação.

Deixe uma resposta