A cada dia aprendemos um pouco mais sobre o coronavírus. Mas uma coisa que já foi comprovada é que a doença atinge em cheio que tem baixa imunidade. Como ter uma boa imunidade? O segredo está, principalmente, na alimentação, como explicou o nutrólogo Daniel Magnoni.

Quando o corpo está com imunidade baixa, o número de células de defesa do organismo é menor e a capacidade de produção dessas células também é reduzida. Ou seja, se a pessoa ficar doente, os sintomas são maiores e a doença pode permanecer mais tempo.

“Quando a imunidade tá baixa, nós temos uma maior facilidade de infecções, sejam elas virais ou bacterianas. É comum a gente falar: nossa, caiu minha imunidade e peguei um resfriado, caiu minha imunidade e peguei um herpes. Na cultura popular, nós já conhecemos esse aspecto”, fala o nutrólogo.

E quem pode ter imunidade baixa? Pessoas desnutridas, quem se alimenta mal, quem acabou de ter uma infecção e idosos.

Alimentos ricos em vitaminas A, B6, B12 e C, ácido fólico e zinco ajudam no funcionamento do nosso sistema imune porque ajudam a formar as células de defesa. Segundo Magnoni, o segredo é ter uma alimentação balanceada, com frutas, legumes, proteínas, vitaminas e minerais.

Por dia, a recomendação são cinco porções de fontes vegetais, sendo três delas de frutas. Vegetais crus são melhores porque as vitaminas não se perdem no cozimento.

Deixe uma resposta