Nessa segunda-feira (21/12), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereadores aprovaram projetos de lei (PLs) que autorizam o reajuste de mais de 50% nos salários do prefeito e do vice-prefeito. As propostas vão beneficiar também os próprios vereadores, além de secretários e subsecretários municipais.

A aprovação das medidas com o reajuste dos servidores passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2022. Não haverá aumento nos vencimentos do próximo ano. O Projeto de Lei nº 369/2020, por exemplo, estabelece aumento de 50% no salário do prefeito (de R$ 18 mil para R$ 27 mil).

O subsídio mensal do vice-prefeito deve receber acréscimo de 52,9% – de R$ 17 mil para R$ 26 mil. No caso de secretários e subsecretários, o aumento salarial será de R$ 15 mil para R$ 21 mil e de R$ 14 mil para R$ 19 mil, respectivamente, de acordo com informações do portal do Holanda.

Os vereadores, cujo reajuste é abordado pelo Projeto de Lei nº 370/2020, passarão a receber valor fixado em 75% do subsídio dos deputados estaduais. O salário da categoria passaria de R$ 15.031,76 para R$ 18,9 mil.

Deixe uma resposta