O Ministério da Infraestrutura assinou, nessa quarta-feira (16), o contrato para a pavimentação dos primeiros 52 Km da BR-319, que liga o Amazonas a Rondônia.

O primeiro possui 82,20 quilômetros de extensão e vai do Km 178,50 (rio Tupãna) até o Km 260,7 (início da travessia do rio Igapó Açu).

O segundo lote vai do Km 261,10 (fim da travessia do rio Igapó Açu) até o Km 346,20 (entroncamento com a BR-174 e a rodovia estadual AM-364), totalizando 85,10 quilômetros de extensão.

O terceiro lote tem 86,90 quilômetros de extensão e vai do entroncamento da BR-174 com a AM-364 (Km 346,20) até o Igarapé Caetano (Km 433,10).

Com a assinatura, o ministro afirmou obra que voltará a ligar a região Norte à malha rodoviária nacional, melhorando a vida da população que, atualmente, depende do transporte feito por barcos ou aviões.

“Uma rodovia extremamente importante para o estado do Amazonas, principalmente do ponto de vista social. As pessoas precisam se conectar com o resto do Brasil. Isso vai fazer a diferença na vida de muita gente que sofre com os atoleiros anos após anos”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou a publicação do ministro em uma rede social, confirmando a assinatura do contrato. No texto, Gomes disse que o governo tem o compromisso de tornar a pavimentação da rodovia a maior referência de governança ambiental do país.

*G1

Deixe uma resposta