A partir desta quinta-feira (3/12), a Petrobras informou que elevará em 5% o preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP,  gás de cozinha. Os reajustes são aplicados às distribuidoras.

Neste sentido, o preço médio da Petrobras às revendedoras será equivalente a R$ 33,89 por botijão de 13 kg. Logo, o produto passa a acumular no ano variação média de 21,9%, ou R$ 6,08 por botijão.

A petroleira esclareceu que, desde novembro de 2019 “igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial, e que o GLP é vendido pela Petrobras a granel”. “As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, destacou em nota.

Segundo pesquisa da ANP, na última semana de novembro o preço médio do botijão praticado no país era de R$ 73,22. Os preços, no entanto, são livres, e variam nos postos de venda aos consumidores.

“Ao longo do ano, refletindo as reduções e as variações do mercado internacional, a Petrobras reduziu os preços de venda do GLP às companhias distribuidoras, chegando a uma variação acumulada de -21,4% em maio (-5,96 R$/ botijão de 13 kg). Da mesma forma, os preços acompanharam a recuperação do mercado internacional, também sendo influenciados pelo câmbio”, acrescentou.

*Informações do G1

Deixe uma resposta