O levantador de toadas, conhecido como furacão do boi, Klinger Araújo, de 51 anos, faleceu nesta terça-feira (29), vítima do novo coronavírus (Covid-19). Ele estava internado desde 13 desse mês.

Klinger Araújo estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Samel Prontocord, na avenida Álvaro Maia, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul da capital. O cantor estava com 75% do pulmão comprometido devido as complicações causadas pela Covid-19.

Foi a segunda vez que Klinger Araújo ficou internado na UTI da Samel. Na primeira passagem ele esteve de 10 a 11 de setembro na unidade hospitalar, mas foi liberado após apresentar melhoras. Porém, o cantor apresentou complicações da doença.

Trajetória

Natural de Parintins, Klinger Araújo veio morar em Manaus com 19 anos de idade. Ele foi radialista em veículos de comunicação como a Rádio Difusora do Amazonas, Novidade FM e Amazonas FM. Além disso, também foi locutor na TV Amazonas.

O artista foi um dos primeiros cantores de boi-bumbá na década de 1990 em Manaus. Ele ficou reconhecido por toadas como ‘Repeneirando’ e ‘Bumba Bumbum Bumbá’, consequentemente ganhou notoriedade nacional após participar de programas como Ratinho, Raul Gil e Planeta Xuxa.

Deixe uma resposta