A mãe suspeita de queimar o corpo do próprio filho com óleo quente, na manhã desta quinta-feira (27), no bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus, foi presa em flagrante pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da especializada, a mulher de 40 anos vai responder por crime de tortura.
Nós recebemos o vídeo pela manhã, e nas imagens ficou claro que essa mãe queimou o filho propositalmente, lesionou intencionalmente e isso ocasionou a prisão em flagrante dessa mulher. É uma tortura, a criança continua internada no hospital Platão Araújo”, disse.

Ainda de acordo com a titular, inicialmente a mãe negou ao ser indagada sobre a situação, mas depois confessou o crime. “Quando nós perguntamos a primeira vez, ela negou as informações, mas agora ela admite o fato, isso foi um crime de tortura. Agora ela está a disposição da justiça”, afirmou a delegada Coelho.

Agora a mãe do menino será levada para audiência de custódia, onde vai responder por crime de tortura e será decidido se ela vai responder presa ou em liberdade.

Segundo informações da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) , o crime aconteceu porque a mãe do menino se aborreceu por ele não parar de usar o aparelho celular dela, em decorrência disso, ela jogou óleo quente na criança.

Deixe uma resposta