A Secretaria Especial da Saúde Indígena do Ministério da Saúde editou portaria para monitorar os impactos da covid-19 na população indígena de Manaus. Portanto, o comitê atuará no âmbito do Distrito Sanitário Especial Indígena da capital amazonense.
Ele tem por objetivo o planejamento, a coordenação, execução, supervisão e o monitoramento dos impactos da doença na saúde da população indígena da região. A portaria está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (6).

O comitê será comandado pelo Coordenador Distrital de Saúde Indígena. Este, portanto, poderá  convocar órgãos e entidades participativas na atenção a saúde indígena. Além disso, poderá convidar representantes de instituições ou entidades, públicas ou privadas para participarem das reuniões do comitê.

De acordos com os dados mais atualizados divulgados pelo Ministério da Saúde, o estado do Amazonas registra 204 mil 900 casos de covid-19. Além disso são 5.414 mortes. Por outro lado, o município de Manaus apresenta uma quadro de 84. 310 casos acumulados da doença. Também já foram confirmados 3.478 óbitos.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta